Notícia


23/03/2020

Saiba quais serviços são considerados essenciais para embarque nas barcas, trens e metrô


De acordo com decreto do Governo do Estado, que determina restrições nos transportes públicos, está liberado o embarque para trabalhadores de serviços essenciais. São eles:


1 - Servidores públicos em serviço, inclusive aqueles relacionados às forças armadas, bombeiro militar, e agentes de segurança pública;
 
2 - Profissionais do setor de saúde em geral, inclusive individuais que prestem serviços de atendimento domiciliar, excetuando-se os serviços de natureza estética;
 
3 - Profissionais do setor de comércio relacionados aos gêneros alimentícios, tais quais mercados, supermercados, armazéns, hortifrutis, padarias e congêneres, farmácias drogarias e pet shops, revendedores de água e gás;
 
4 - Profissionais do setor de serviços tais quais transporte e logística em geral, como transportadoras, portos e aeroportos, motoristas de transporte público, correios, e congêneres, serviços de entregas, distribuidoras, fornecimento de catering, bufê e outros serviços de comida preparada, asseio e conservação, manutenção predial, empregados em edifícios e condomínios, vigilância e segurança privada, lavanderias hospitalares, veterinárias, funerárias, imprensa, serviços de telecomunicação e postos de gasolina;
 
5- Profissionais do setor industrial que exerçam atividades nas indústrias de alimentos, farmacêutica, material hospitalar, material médico, produtos de higiene, produtos de limpeza, ração animal, óleo e gás, serviços de apoio às operações offshore, refino, coleta de lixo, limpeza urbana e destinação de resíduos, distribuidoras de gás e energia elétrica e companhias de saneamento.

Também podem embarcar pacientes em tratamento de saúde, com um acompanhante, desde que munidos de atestado médico, agendamento ou outro documento comprobatório da condição médica.

Cuidadores de idosos

Já está disponível no hotsite do Governo do Estado sobre o coronavírus (https://coronavirus.rj.gov.br/) e no site da Secretaria de Estado de Transportes (http://www.rj.gov.br/secretaria/Default.aspx?sec=TRANSPORTES) o documento que permitirá o embarque nos transportes públicos (trens e barcas) de cuidadores de idosos que não possuem vínculo empregatício e, dessa forma, não têm como comprovar que fazem parte do grupo de trabalhadores de setores definidos como 'essenciais'.
 
Após o download, o documento deve ser preenchido por um membro da família do idoso, que se responsabilize pela veracidade das informações apresentadas. Concluída essa etapa, esse arquivo deve ser salvo e enviado, juntamente com a cópia da identidade do declarante, por WhatsApp ou por e-mail, para o profissional que presta o serviço.
 
Dessa forma, a documentação pode ser apresentada nas triagens realizadas pela Polícia Militar nas estações de trem, metrô e barcas, com o apoio de funcionários das Concessionárias.




OUVIDORIA 0800 285 9796

ouvidoria@agetransp.rj.gov.br

Atendimento de 2ª a 6ª das 7h às 19h

AGETRANSP
Avenida Presidente Vargas, 1100 - 12° e 13° andares
Centro - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20071-002